por Wilian Delatorre

Wilian Delatorre Personal Travel,
o seu agente pessoal de passagens com milhas e roteiros.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Como escolher o destino da próxima viagem. Por Celso.

Olá pessoal, tudo bem?
Agora o blog apresentará matérias mensais para ajudá-los a fazerem a melhor viagem possível. Serão dicas de planejamento de viagens, elaboração de roteiros, dicas úteis, etc. O redator será o inigualável Celso. Um viajante do mundo muito experiente e meticuloso. Tenho certeza que irão gostar. Confiram.

Como escolher o destino para sua próxima viagem

Numa série de artigos este é o primeiro que visa dividir com viajantes informações que podem tornar sua viagem muito mais prazerosa.
Em toda esta série a aplicabilidade será considerada para um casal adulto e situações peculiares como viajar com criança, idosos, etc. deverão ser adaptadas caso a caso.

QUESITOS MESTRES

Definir data da viagem, flexibilidade e gastos máximos aceitáveis.

A definição da data da viagem torna-se importante para que não seja surpreendido por temperaturas como -35º C em Edmonton no Canadá, talvez 55ºC em Dubai, ou inundações pelo clima de Monções na Tailândia, furações no Caribe ou data com eventos com imensas multidões no seu destino. Enfim ter definida a data da viagem é o primeiro passo para orientar uma escolha sem maiores transtornos posteriores.
O segundo passo é saber o tempo de duração aproximado e a possibilidade de antecipar ou retardar o embarque ou a volta. A duração poderá fixar distância máxima de ori-gem ao seu destino, ou o destino e a flexibilidade poderão permitir melhor relação custo bene-fício. Deste modo numa viagem de 15 dias, você poderia ir a Oceania com limitações de desti-nos, com 7 nem pensar. Se para a América do Norte é algo aceitável, para a América do Sul po-de ser muito. Determinadas datas em determinados destinos podem ser muito interessantes ou exatamente o oposto. Diante disto avaliar sua flexibilidade no embarque/retorno é importante.
Agora você deverá estipular um valor máximo aceitável para o total de despe-sas fixas (bilhetes, hotel, aluguel de carro, excluindo compras, passeios e alimentação). Se a sua resposta for próxima a USD 1000, o Brasil parece adequado, nos USD 2000 pense na América do Sul, nos USD 3000 no Caribe, nos USD 4000 na América do Norte, acima de USD 5000 avalie Europa, por volta de USD 8000 ou mais pense na Ásia e ou Oceania.

PREFERÊNCIAS

O próximo passo é escolher aquilo que realmente gosta ou aquilo que não aceita num destino. Se busca cultura e frio, Dubai está descartado.
Se busca calor e esporte aquáticos, Anchorage está descartada.
Se sua viagem é de compras, não vá a Londres.
Não gosta de montanhas, a Suíça não será sua opção.
Se os seus padrões de higiene são ocidentais, muitos destinos na Índia estão excluídos.
Então após definir exatamente o que valoriza e não aceita comece a escolha.
A título de exemplo estou definindo uma viagem com gastos de qualquer valor, em dezembro/janeiro, com duração máxima de 25 dias e mínima de 20 dias, com qualquer clima preferindo climas mais amenos, sem qualquer outra condição. Neste momento, ao ouvir minha esposa ela quer que seja incluído um destino de compras na viagem.

GOOGLE MAPS

Um dos maiores aliados dos viajantes e pouco usado frente a sua importância é o Google Maps. Com ele iniciaremos nossa pesquisa visualizando o mapa do globo em 2D o que nos dá uma dimensão das distancias e possibilidades.
Vamos ao mapa.
Ao ver o mapa considerando a vontade da minha esposa, o paraíso das com-pras são os USA. Miami, Orlando, Atlanta, Dalas, Chicago, Houston, Detroit, Washington, Nova Iorque e Los Angeles contam com acesso direto de voo por GRU. Portanto, uma dessas cidades será um dos pontos da viagem.
Notem que já aqui descartei vários destinos que poderiam ser acessados com uma escala ou com a COPA, por dois motivos: como o intuito é uma viagem longa, voos com menor número de escalas é desejável. Entendo ser o 738 muito desconfortável para voos longos.
Para o destino norte-americano descartamos locais onde a neve pode nos manter bloqueados ou destinos que já conhecemos por várias viagens. Entre as opções ficaram Houston e Los Angeles. Apesar da última já ser nossa conhecida há coisas a fazer e conhecer, sendo porta de entrada e saída da Ásia. Portanto em algum momento iremos obrigatoriamente parar em Los Angeles. Existe uma regra de ouro entre os viajantes onde imagina-se como melhor viagem aquela onde o número de dias viajando dividido pelo número de destinos é próximo ou maior que 5. Nosso número de dias viajando nos permite no máximo 5 destinos.
Vamos novamente ao Google Maps.
Ao observarmos o mapa do globo nossas opções nessas condições de temperatura incluiriam toda a África, a Europa na Península Ibérica, o extremo Sul da Itália, a Grécia, a Turquia, já na Ásia o Vietnam, Indonésia, Filipinas, Malásia e o Camboja pois nos demais países já conhecemos bastante, na Oceania – Austrália (conhecemos e adoramos), Nova Zelândia e o Havaí no Pacifico Sul.
Agora escolheremos por exclusão os destinos: Na África apenas Cape Town tenho interesse. Na Europa de acordo com o clima os destinos possíveis já conhecemos bem ex-ceto Turquia e Grécia, na Ásia os destinos novos possíveis serão todos excluídos pois nenhum deles tem atrativos para tantos dias viajando. Na Oceania a Austrália fica excluída e o Havaí pode ser um ponto de apoio dependendo do destino. Como a viagem teria ao menos mais 15 dias fora o período em Los Angeles, Cape Town está excluída inclusive pela distância de Los Angeles. Na Europa tanto a Turquia como a Grécia não têm atrações para 15 dias. A Grécia particularmente não me encanta. Istambul sim. Pelo critério distancia também está excluída.

Museu Paul Getty, Los Angeles, Califórnia.


Para escolher um destino fique atento neste site do Ministério da Relações Exteriores do Brasil que fornece informações confiáveis para o turista BRASILEIRO: Portal Consular , ele é fonte oficial da necessidade de visto, vacinas, condições do passaporte e NOTAS TÉCNICAS DE RISCO AO TURISTA BRASILEIRO. Quando há nota técnica de segurança descarto imediatamente o destino.
Diante disto os destinos seriam Los Angeles e Nova Zelândia, ficando o Havaí também para outra oportunidade.
O passo seguinte é verificar o clima na época da viagem, em detalhes.
O site com informações do clima no globo é este: Weather entretanto após esta análise superficial sempre procuro pelo site mais completo do país de destino, no Canadá por exemplo é este: The Weather Network na Nova Ze-lândia este: Met Services .
Procuro ter conhecimento detalhado das temperaturas mínimas e máximas, do nascer e pôr do sol, índices pluviométricos e características do clima.
No caso específico, Los Angeles e a Nova Zelândia preenchem os critérios definidos e estão entre os destinos a serem visitados.
Pois bem, e o custo destes destinos é viável ou são extremamente caros se comparados a SP? Quem responde esta pergunta é este site: Custo de Vida e por ele você terá uma ideia próxima do que esperar em termos de custo no destino, inclusive se algo específico naquele destino tem preços muito acima da média brasileira. Exemplo, um maço de cigarro no Canadá pode custar R$ 35,00 e você não pode entrar com mais de 10 maços no país! Um litro de gasolina na Venezuela custa R$ 0,20, uma massagem de uma hora em Bangkok na mais tradicional escola Tailandesa custa R$ 30,00, uma diária em apartamento de qualquer hotel de luxo em Londres custa acima dos R$ 1.300,00 e um transfer de táxi entre Narita e Tokyo downtown custa acima de R$ 900,00. Todos os custos deste site têm como padrão zero a cidade de Nova York para o turista a qual recebe o índice 100. Quando algo é 90 indica ser 10% mais barato que o padrão e 200 o dobro do custo do padrão. Para basear-se por SP ou RJ faça uma regrinha de três e o valor aproximado será fornecido.
No mesmo site há informações sobre a criminalidade no destino, separado por tipo de crime: NUMBEO , a qualidade da assistência médica no destino: NUMBEO HEALTH CARE , poluição, tráfego, qualidade de vida, viagem (tarifas de taxi, combustível e diárias de hotel) enfim um site muito completo.
Se nenhuma das informações obtidas afastam os destinos pesquisados, pronto vamos agora viabilizar a viagem com a emissão dos bilhetes.

Queenstown, Nova Zelândia

Próximo artigo do próximo mês:

Programas de Fidelidade